terça-feira, 25 de outubro de 2016

Kefir


Os grãos de kefir são colônia de bactérias e leveduras. Não se sabe exatamente como e onde surgiram e até hoje ninguém conseguiu produzi-los senão a partir de um pedaço da colônia já existente.

Alimentos que contém bactérias vivas, como iogurtes e kefir, são probióticos. Eles estimulam a proliferação das bactérias benéficas em detrimento das bactérias prejudiciais, equilibrando a flora intestinal e reforçando os mecanismos de defesa do nosso corpo.
Os benefícios do kefir variam de acordo com a quantidade de grãos e tempo que fermentam. Alguns usuários relataram que o kefir fermentado por 12 horas solta muito o intestino; se fermentado por 24 horas regula o intestino e é ideal para quem tem problema de constipação intestinal. Já o kefir fermentado durante 36 horas prende o intestino solto. Quanto ao sabor, quanto mais tempo fermentando, mas ácido fica.
O mais comum é o kefir de leite. Ele promove a fermentação natural do leite, conforme os lactobacilos vivos se alimentam da lactose. Dessa forma, quem tem intolerância ao leite, por conta da lactose, pode consumir o kefir. O gosto é muito parecido com o do iogurte, mas é mais saudável por conter maior quantidade de bactérias do bem.
Fonte: http://voudesuco.com.br/kefir-beneficios-receitas-e-como-conseguir/

Como cuidar do seu kefir:

Precisa ter em mãos
  • Um recipiente de vidro
  • Peneira fina
  • Leite

Coe o kefir apertando com uma colher tirando todo o excesso de leite.
O líquido coado, pode beber, batendo com fruta, só adoçado, como quiser. 
Lave os grãos em água corrente 

Coloque em um recipiente de vidro limpo
Pra esse tanto de kefir, coloque ate onde marquei com o dedo de leite morno (não muito frio nem tão quente)

E deixe eles agirem novamente coberto com um pano de prato limpo. mexendo o recipiente depois de algumas horas para homogeneizar.
Ele cresce constantemente, então ofereça sempre e doe pra quem quiser e precisar, os benefícios são muitos.
Pra quem mora em Mandaguari e quiser, eu me disponho em compartilhar.



Nenhum comentário:

Postar um comentário